quinta-feira, 26 de abril de 2018

Zhang Xiaogang




Zhang Xiaogang (1958-) Nasceu em Kunming, Província de Yunnan, China. Vive e trabalha em Pequim. Zhang é um dos mais conceituados artistas da China. Estudou na Shiuan Academy of Fine Arts. Relatou ter sido influenciado por Richter, Picasso e Dali. Paticipou das Bienas de Pequim, Veneza, São Paulo e Guangzhan, além da Tienal da Ásia do Pacífico. Em São Paulo, foi premiado com a medalha de bronze. Sua série mais conhecida é a pinturas de retratos com os diferentes personagens com a mesma expressão sugerindo o distúrbio psicológico de massa. Suas pinturas, muitas das quais em preto e branco, nos remetem à fotografia. É um ativista político contra o regime atual. Ele é classificado com pintor e escultor surrealista e simbolista. Suas obras alcançaram altos preços em leilões internacionais. O recorde foi de US$ 3200000. É representado pela Pace Beijin Gallery.



The Boy Riding Velocipede, 2018.


Child Saylor, 2014.


Young Man, 2013.



Four Sons, 2012.




Big Woman and Small Man, 2012. Pace Beijin Gallery.


Young Boy, 2012


My Dream: Little General, 2005. Saatchi Gallery.


Amnesia and Memory no.1, 2008


Businessman, Student, Soldier, Farmer, Worker, 2008.

Worker, Peasant, Bussinessman, Student, Soldier, 2008.



Litografia

Amnésia e Memória 2006. Litografia.





Série Memória e Amnésia, 2006. Litografia.


Fantasy, 2002.



 Sem título. Coleção particular.


Green Wall.


The Big Family 2, 1995. Coleção particular.




Bloodline: The Big Family 3, 1995.. Coleção Particular.







Lost Dream No 18 The Living Creatue, 1987


quarta-feira, 25 de abril de 2018

David Lamelas



David Lamelas (1946-) Nasceu em Buenos Aires, Argentina. Graduou-se pela Academia Nacional de Belas-Artes, Buenos Aires em 1963. Foi membro do Instituto Torcuatro di Tella para promover a arte conceitual. Em 1968, foi preso duas vezes durante a ditadura instalada na Argentina. Nesse mesmo ano, mudou-se para Londres para estudar escultura na Saint Martin's School of Art, onde recebeu o título de Mestre. Nesse período de Londres interessou-se por cinema tendo produzido alguns filmes.  Participou das Bienais de São Paulo, quando ganhou a medalha de ouro, da Bienal de Veneza e da Documenta de Kassel. Vive em Los Angeles, Buenos Aires e Paris. Individual MALBA, Buenos Aires.



Situación de Quatro Placas de Aluminio, s.d. Instituto Inhotim.



 Límite de una Proyección, 1964. Instituto Inhotim.


28 Placas Ubicadas en Dos Formas No Convencionales, 1966-1968. 



Office of Information about the Vietnan War at Three Levels: The Visual Image, Text and Audio, 1968. Bienal de Veneza. MoMA, NYC.


Signaling of the Three Objects, 1968.


Time, 1970. Tate Gallery, Londres.






Two works of art: Homage a Marcel Broodthaers, 1986.





Untitled (Falling Wall), 1992.


Suport of Wood Logs # 1, 1992.



Musée Jeu de Paume, 1992.


Odd Days in New York / Even Days in New York, 1969-2009.


Corner Piece, 2013.



Doubled Wall, 1994-2014



Segnalamento, 2014.




V, 2014.






terça-feira, 24 de abril de 2018

Juan Luis Moraza






Juan Luis Moraza (1960-) Nasceu em Vitoria, Espanha. Recebeu o doutorado em Belas Artes pela Universidade do País Basco. Foi fundador com Marisa Fernandez do coletivo CVA, 1980-1985. É professor titular de Escultura da Universidade de Vigo e Mestre de Criação e Investigação na Universidade do Pais Basco. Participou das Bienais de Veneza e São Paulo Exposição individual Republica no Museo Reina Sofia, Madrid. Individual no Guggenheim de Bilbao.  É representado pela Galeria Espacio Minimo, Madrid.

Arlma III, 1989.


Ma (Non è Donna, 1993


Ectasy, status, Statue, 1994. Guggenheim Bilbao.



Agalma (Espiraloide Tórica), 2002..


Disparidad y Demanda, 2004.

Moldes para Bejos, 2004.




Toolskin (at half-mast). 2010.



Dividuos, 2010.


Implosão, 2011. Museo Reina Sofia, Madrid


Cérebros, 2011. Museo Reina Sofia, Madrid. 


Arules, 2012. Detalhe. Prêmo Audemars Piguet.


Arules,  2012.


Sem título, 2013.

Endscape, 2013. Coleção do artista.


Coroa Republicana 0. Serie Software, 2014



Corona Republicana I. Serie Software, 2014.

Republica, 2014. Museo Reina Sofia.



Sem título, 2015.



Sem título, 2015.

Servomechanism Puppet, 2017

Servomechanism Puppet (Will you?). 2017.

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now